Skip to content
Pesquisa Pesquisa

A história da STAEDTLER
Criadores de ideias há vários séculos

Development of STAEDTLER logo with Mars head

A cabeça de Marte tem uma longa tradição na STAEDTLER, mas a sua aparência tem sofrido transformações ao longo do tempo. Atualmente, a cabeça de Marte azul não é apenas o logótipo e a marca comercial da STAEDTLER, mas também um símbolo de imaginatividade, criatividade e inspiração. Acima de tudo, representa a coragem de transformar ideias em realidade. Nos séculos XVII e XIX, Friedrich Staedtler e o seu trisneto, o fundador da empresa Johann Sebastian Staedtler, já revolucionavam a produção de lápis de grafite e lápis de cor.

Um fabricante de lápis faz história

Na segunda metade do séc. XVII, Friedrich Staedtler fabricava e vendia lápis com revestimento em madeira. A particularidade era que ele mesmo fabricava tanto as minas como o respetivo revestimento, dando assim início à arte do fabrico de lápis em Nuremberga. Considera-se atualmente que Friedrich Staedtler é o primeiro fabricante de lápis alemão de que há referência.

Friedrich Staedtler

Friedrich Staedtler

Friedrich Staedtler nasceu em Nuremberga, filho de um artesão de fio de ouro e prata, tendo sido batizado a 17 de novembro de 1636.

Friedrich Staedtler

Friedrich Staedtler trabalhava como comerciante. A partir de cerca de 1662, começou a fabricar lápis com minas de grafite e revestimento de madeira por iniciativa própria, para desespero dos carpinteiros e armeiros de Nuremberga. Apesar da proibição de fabrico imposta pelo Conselho de Nuremberga, Friedrich Staedtler não desistiu da sua ideia. A gravura ilustra a oficina de um "cortador de alvaiade", o equivalente a um atual “fabricante de lápis”, no séc. XVII (excerto de uma gravura de Christoph Weigel, O Velho, do início do século XVIII).

Friedrich Staedtler considerava-se um artesão de lápis de alvaiade (1662), bem como um cortador de alvaiade  e artesão de lápis (1664), como sabemos hoje graças aos registos de batismo dos seus dois primeiros filhos. Em 1675, o seu sucesso comercial concedeu a Friedrich Staedtler, por fim, o direito de se tornar cidadão da cidade do Reich de Nuremberga.

PreviousNext

A invenção do lápis de cor

Em 1834, Johann Sebastian Staedtler, trisneto de Friedrich Staedtler, começara a criar um novo tipo de lápis. Conseguiu melhorar o lápis sanguínea comum de modo a poder ser “bem afiado tal como os lápis de grafite”, permitindo fazer espessuras de traço finas e aderindo melhor ao papel. Efetivamente, graças à sua inovação, Johann Sebastian Staedtler ficou para a história não só como fabricante de lápis, mas também como inventor do lápis de cor à base de giz de óleo e com revestimento de madeira. Em 1835, Johann Sebastian STAEDTLER lançou as bases do atual grupo de empresas STAEDTLER.

Johann Sebastian Staedtler

Johann Sebastian Staedtler

Johann Sebastian Staedtler nasceu em 1800, filho do fabricante de lápis de Nuremberga Paulus Staedtler, e aprendeu a fabricar lápis de grafite e sanguínea. Com afinco, empenhou-se em conseguir fabricar lápis de cor à base de giz de óleo à escala industrial. Os lápis sanguínea até então conhecidos abrangiam um espectro de cores que ia de vermelho claro a vermelho escuro, vermelho violeta e vermelho acastanhado.

Creta Polycolor STAEDTLER

Em 1834, Johann Sebastian Staedtler tornou pública a sua invenção de um lápis de cor (primeiramente vermelho) com revestimento de madeira, que podia ser afiado tal como um lápis de grafite, que apresentava uma intensidade de cor, uma dureza constante e convincente. O processo de fabrico, no qual posteriormente outros pigmentos de cor passaram a ser misturados com aglutinantes, triturados e secos no forno, foi invenção sua, fazendo de Johann Sebastian Staedtler um pioneiro num produto que transformou o quotidiano de muitos. Uma ideia a cores que causou sensação.

Company J.S. Staedtler 1835

A ideia devia rapidamente passar à produção em série. Ainda a 9 de outubro de 1835, Johann Sebastian Staedtler obteve autorização para abrir uma fábrica. Inicialmente, a firma "J.S. Staedtler", produzia, para além de lápis, também lápis sanguínea melhorados. O mais tardar em 1844, começaram a ser produzidos também lápis noutras cores. Assistimos assim ao nascimento do lápis de cor tal como o conhecemos atualmente.

No primeiro catálogo a que temos acesso, de 1860, a firma J.S. Staedtler já oferecia os seus lápis de cor com a marca "Creta Polycolor" em 100 cores diferentes, como por exemplo, "vermelho escuro inglês", "verde marinho" ou "azul azur”.

PreviousNext

Nuremberga como cadinho de ideias

STAEDTLER Headquater Nuremberg

Nuremberga é o berço da firma STAEDTLER. A partir daqui, produtos inovadores foram além dos limites da cidade da Francónia, como aconteceu com os lápis de cor da marca "Creta Polycolor”, que passaram a ser comercializados nos países europeus vizinhos. Atualmente, Nuremberga continua a ser sede da STAEDTLER.

Em 1853, a J.S. Staedtler apresentou-se na Exposição Mundial de Nova Iorque, com grande sucesso. Poucos anos depois, os produtos de qualidade da Alemanha eram apreciados na Áustria, França, Inglaterra, Itália, Rússia, América e no Médio Oriente, com 54 funcionários a produzirem mais de dois milhões de lápis.

J.S. STAEDTLER Noris old packaging

A cidade de Nuremberga, com a sua conhecida paisagem, é há quase 200 anos a sede da STAEDTLER. Uma das nossas conhecidas marcas faz também alusão à cidade, dado que o nome dos lápis NORIS da STAEDTLER é uma homenagem ao nome pelo qual a cidade é popularmente conhecida.

PreviousNext

Ideias transformadas em acessórios do quotidiano

Em meados do século XIX, o lápis de cor para usar em casa era ainda uma novidade. Hoje em dia, é um acessório comum que inspira pessoas de todas as idades e em diversas fases da vida. Atualmente, a STAEDTLER oferece uma vasta gama de produtos que aposta constantemente em ideias novas, como é o caso dos lápis de cor "Made from Upcycled Wood", fabricados pela STAEDTLER a partir dos mais pequenos restos de madeira. Ao longo dos anos, alguns lápis clássicos adquiriram o estatuto de culto, como aconteceu com o lápis Mars Lumograph, o lápis Noris ou os marcadores Lumocolor. As ideias transformam-se em produtos. Alguns dos marcos históricos da STAEDTLER:

1900 Mars STAEDTLER

Clássico em azul-marte:
no inverno, a STAEDTLER regista a marca "Mars", assinalando o início de uma era.

1934 Noris STAEDTLER

Visual de marca conhecido em todo o mundo:
o lápis Noris adquire o seu icónico padrão às riscas pretas e amarelas.

1964 Lumcolor STAEDTLER

Uma verdadeira heroína do dia a dia:
a primeira lapiseira Lumocolor, incluindo minas, passa a fazer parte da oferta.

1965 Mars Plastic

Totalmente branca:
a nova borracha Mars plastic remove rapidamente riscos indesejados.

1988 Pigment liner STAEDTLER

Para linhas extrafinas e precisas:
o Marsgraphic pigmentliner 308 conquista o mercado.

1996 FIMO soft

Ainda mais suave:
a FIMO soft é a nova massa de modelar para crianças e mentes criativas.

1997 triplus learner's pencil STAEDTLER

O início de algo maior:
A apresentação do lápis triangular ergonómico triplus para os primeiros exercícios de escrita.

1999 Development of STAEDTLER-Box packaging

Uma nova casa:
na caixa STAEDTLER, uma embalagem inovadora, o produto é o centro das atenções.

2009 New pencil manufactoring process WOPEX by STAEDTLER

A postos para o futuro:
produção dos primeiros lápis Wopex segundo um novo processo de fabrico.

Ideias em FIMO

Sophie Rehbinder-Kruse

As ideias não precisam apenas de lápis e papel. A partir de 1939, Sophie Rehbinder-Kruse, filha da icónica criadora de bonecas Käthe Kruse, tentou criar uma nova massa de modelar para fazer cabeças de boneca. Em 1954, lançou finalmente no mercado, sob o nome FIMOIK, uma massa de modelar de qualidade inédita, com uma elevada maleabilidade e de endurecer no forno.

FIMOIK packaging

Fazer formas, modelar e criar objetos moldados à nossa imaginação: de repente, era possível fazer tudo isto com FIMOIK, disponível em várias cores. A partir de 1964, a massa de modelar que permitia dar largas à imaginação passou a ser comercializada pelo fabricante de artigos de papelaria de Neumarkt Eberhard Faber. E assim nasceu a FIMO.

Em 1978, a STAEDTLER adquiriu a Eberhard Faber GmbH em Neumarkt em Oberpfalz e, com ela, todos os direitos da massa de modelar. Desde 2009 que a STAEDTLER comercializa o produto com a sua própria marca. Atualmente, a massa FIMO está disponível como massa de modelar de endurecer no forno ou de secagem ao ar, oferecendo ainda mais possibilidades de moldar e dar forma a ideias.

PreviousNext

Os nossos concretizadores de ideias

Noris® 120 Noris® 120 Lápis Single 2B
Noris® colour 185 Noris® colour 185 Lápis de cor Caixa de cartão contendo 12 lápis de cor em cores sortidas
Noris® digital jumbo 180J 22 Noris® digital jumbo 180J 22
FIMO® soft 8020 FIMO® soft 8020 Massa de modelar de endurecer no forno Single sun yellow
Mars® plastic 526 50 Mars® plastic 526 50 Apagador de qualidade premium Single Tamanho: 65 x 23 x 13 mm
Mars® Lumograph® 100 Mars® Lumograph® 100 Lápis de desenho Single HB
Lumocolor® whiteboard marker 351 Lumocolor® whiteboard marker 351 Marcador para quadro branco com ponta redonda STAEDTLER box contendo 4 cores
Textsurfer® classic 364 Textsurfer® classic 364 Marcadores fluorescentes Etui contendo 6 cores
triplus® fineliner 334 triplus® fineliner 334 Marcador fino triangular STAEDTLER box contendo 20 cores
Previous Next

Ideias para o futuro

O futuro precisa de boas ideias e a STAEDTLER continua a desenvolvê-las, quer se trate da tecnologia Dry SAFE, de embalagens sustentáveis ou lápis de Upcycled Wood. Pomos em prática ideias que tornam os nossos produtos mais sustentáveis, eficientes e duradouros.

A sustentabilidade na STAEDTLER